Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata
SistemaÚltima AtualizaçãoAutorTécnico
Novo Nfe16/03/2018Lucas de AguiarEdna Abreu

Dúvida:


Como Configurar a Empresa para Emitir Notas Fiscais no Código de Regime Tributário (CRT) 02 - Excesso de Sublimite da Receita Bruta no Sistema Novo NF-e?

Sumário:


Solução:


Foi implementado no campo Regime Fiscal a opção de selecionar o Regime "Simples Nacional com Excesso Receita" no qual será responsável por gerar a tag <CRT> 02 nas notas fiscais, que indicará o código do regime tributário incidente.


Observações:


    • O código 2 será preenchido pelo contribuinte optante pelo Simples Nacional quando estiver ultrapassando o sublimite de receita bruta fixado peçp Estado/DF e estiver impedido de recolher o ICMS por esse regime;

    • Antes de alterar no Sistema Novo NF-e o regime da filial deverá verificar se o Sistema Integral também está configurado com o mesmo regime de tributação. Para mais detalhes sobre como configurar o Regime de Tributação no Sistema Integral acesse o documento: Dúvida | Como Configurar Alterar Regime Tributação Filial Integral?


1 - Configurando Regime Tributário do Simples Nacional


Rotina:Cadastro de Filial
Localização:Menu / Empresas / Gestão de Filiais / Editar


Acesse a rotina pela localização acima, no campo "Regime Fiscal" deverá selecionar o regime "Simples Nacional com Excesso Receita":



Informações importantes sobre a tela acima:


CampoDescrição
Regime FiscalAo optar por utilizar o regime "Simples Nacional com Excesso Receita" no xml será gerada a tag <CRT> com valor 2 - Excesso de sublimite da Receita Bruta, permitindo ao mesmo autorizar as notas fiscais utilizando o código "CST" ao invés do código "CSOSN".